Vem pra cena: Conheça a banda Megamuca, diretamente de Brasília

Hoje no vem pra cena apresentamos esse super som diretamente de Brasília. A banda Megamuca mistura o rock e o rap, trazendo uma sonoridade muito particular para a banda. Recentemente a banda lançou o clipe do seu mais novo single chamado “Amor Puro”, no qual vamos analisar mais abaixo.

A banda começou em 2010, e nessa época gravou o álbum chamado “Desistir por quê?” que contém 7 faixas de músicas autorais. É um trabalho com uma pegada mais pop/rock lembrando um pouco a antiga banda Quatro por um. A banda também lançou em 2018 um single que se chama “Se eu não sinto pra servir” onde nessa música já conseguimos sentir um pouco mais de peso na composição, e agora com uma presença do rap através do Sanduba.

Na sua formação atual temos o mano Sanduba responsável por todo o flow da banda. Com muita vivência no rap de Brasilia através do coletivo Noiz nas Ruas, percebe-se o quanto ele tem somado para a evolução do som da banda ao se comparar as músicas antigas e atuais. Somando também nas vozes temos o Pedro, com ótima afinação e um timbre agudo que faz o contraste com a voz grave do Sanduba. Distorcendo a música através da sua guitarra temos o brother Hugo Sousa com um trabalho muito correto. Nos graves temos o baixista Paulo Cesar que faz um trabalho muito importante juntamente nas partes que entram o rap. E pra finalizar no coração pulsante da banda temos o Marcondes, mesclando entre o ritmo do rap e o peso da bateria que o rock pede.

Banda megamuca

E como é costume do vem pra cena, vamos destacar algumas músicas que nos chamaram atenção.

FAIXA A FAIXA (DESTAQUES)

  • Amor puro é a mais nova música da banda. O single foi lançado no dia 21 de maio através do canal do youtube, e mostra muito bem a evolução da banda. Enquanto os instrumentos basicamente levam a música na mesma levada, o vocal vai intercalando com mudanças faladas e melódicas, isso entre os dois vocalistas. A letra é muito bem bolada no sentido de explicar sobre o amor de Deus de diversas formas. Se nas primeiras estrofes acontece uma critica sobre o amor mascarado ensinado pelo mundo, na última estrofe temos o puro amor de Deus que como fiz a letra: “por mim sangrou, demostrou, se entregou, me ensinou, sem esse amor de nada valeria”. Pra finalizar a música ainda temos um solo de guitarra muito bonito do brother Hugo Sousa.

LEIA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE O ROCK CRISTÃO NACIONAL

  • Se eu não sirvo pra servir já é uma música um pouco mais antiga, e você percebe claramente a diferença sonora. Aqui temos uma pegada mais pop e um vocal menos trabalhado que a anterior. A participação do Sanduba é limitada a um trecho no último terço da música, com o flow bem mais acentuado. A letra fala sobre uma das bases do cristianismo, sobre servir o próximo.
https://open.spotify.com/track/5XsaAd0dXc6HInAJRCMnSN?si=X3VPW8edSFe7o1M9VhP3Mg

CONHEÇA OUTRAS BANDAS NO PROJETO VEM PRA CENA

Você pode encontrar o trabalho da banda através das redes sociais.

Deixe seu comentário no final dessa publicação, e divulgue para os seus amigos que também curtiram o som da banda Megamuca. Você também pode receber nossas atualizações direto no seu whatsapp – clique aqui e cadastre-se.